quinta-feira, 24 de junho de 2010

Um talvez que nunca há de acontecer.

"Ainda pior que a convicção do NÃO é a incerteza
do TALVEZ é a desilusão de um QUASE"

Ainda me lembro de quando eu chegava a pensar que nada daria certo. Quando eu me jogava na cama e passava horas a imaginar, a tentar encontrar uma solução para os meus problemas. Ou melhor, para o meu problema: você. É como se a minha mente estivesse ocupada demais para pensar em outras coisas. Cheguei até mesmo a sentir minha consciencia pesando; não por ter feito algo que não deveria ser feito, mas justamente o contrário: não ter feito o que era necessário. Pois ela chegou e fez. Por causa dessa minha demora em fazer acontecer, ela foi e fez primeiro.
Isso me deixa a sensação de derrota. A sensação de que não fui boa o suficiente, não tive a capacidade de agir e poder evitar que tudo isso acontecesse.
Já ouvi de muitas pessoas, naquela época, um 'Espere, tudo vai dar certo e, TALVEZ vocês fiquem juntos' e também 'Ah minha querida, do jeito que ele te trata, TALVEZ ele realmente te ame'. E era isso que me incomodava. Esse maldito TALVEZ. Talvez isso ou aquilo, mas nunca uma palavra concreta eu ouvi.
Se pudesse, extinguiria essa palavra horrenda dos dicionários. Ela somente serve para mostrar a pessoa que aquilo pode ser que não aconteça, mostrar que há um caminho de longos quilômetros entre o 'vai acontecer' e o 'nunca acontecerá'.
Ah... Talvez eu nunca tenha descoberto o que realmente é ser amada. Talvez eu nunca tenha desvendado quem você realmente é. Talvez e talvez. Mas para um talvez eu abro uma excessão, somente por ser o único talvez verdadeiro que eu considere: Talvez você nunca tenha sido a pessoa certa para mim.

Beijo, me liga pra dizer o seu talvez :*

PS1 : Comente, deixe a sua marquinha aqui :)

domingo, 20 de junho de 2010

O seu abraço em mim.

"Sinta a chuva na sua pele
Ninguém pode senti-la por você
Somente você pode deixá-la entrar
Ninguém mais, ninguém mais"
(Unwritten - Natasha Bedingfield)

Por que o seu abraço é assim? Pode me dizer, agora tanto faz, já me viciei nele.
Quando seus braços me envolvem é como se tudo que houvesse em minha mente se apagasse, e só restasse a sensação de estar nas nuvens.
O seu perfume me compromete. Quando recosto minha cabeça em seu ombro, ele me entorpece;
Você me passa uma sensação maravilhosa. É como se quando estou em seus braços, ninguém possa me fazer mal algum; como se você fosse a minha fronteira, e nada a pudesse ultrapassar. E em nenhum outro abraço, eu consegui me sentir assim. Você é único. O seu abraço é único.
Para mim, o seu abraço é uma forma de fugir dos meus problemas, e nele encontrar um pouco do paraíso.

Beijos e me liga pra contar do seu abraço :*

PS 1 : Sim, os posts estão cada vez mais melancólicos, NOVAMENTE :S
PS 2 : O texto ficou pequeno por que a minha criatividade resolveu entrar em crise bem na metade.
PS 3 : Comente, deixe sua marquinha aqui :)

domingo, 13 de junho de 2010

Amores de Inverno.

"Você será o príncipe e eu serei a princesa"

Ah, a nossa história. Como eu poderia esquecer? Foi tudo tão bonito, exatamente como eu esperava que fosse. Me recordo tão bem de tudo.
Como se fosse um conto de fadas, eu era a princesa e você, o príncipe. Sentimentos tão concretos e definitivos tomaram conta de mim naquela época. Doce época aquela.
Quando todos os problemas resolveram me atacar, quando tudo parecia fazer questão de dar errado e quando todos me abandonaram você surgiu e recoloriu minha vida. De uma forma que ninguém nunca jamais tinha feito, ou ao menos tentado. É confuso pensar que uma única pessoa foi capaz de recolocar no lugar uma vida que dezenas delas tentaram arruinar. Pois você conseguiu. Como, eu não sei mas sei que foi da melhor e mais amorosa forma possível. Isso foi.
E foi naquele 12 de Junho frio e chuvoso que você contestou o que eu já tinha certeza. Nem que eu queira poderei esquecer disso. Me lembro de tudo, com todas as cores e detalhes. Foi o melhor e mais bonito dia chuvoso que já vi; o sol não fez falta alguma.
Até hoje não descobri onde era aquele lugar, mas era tão lindo. Você me levou até lá, com meus olhos vendados mas confesso que conseguia ver tudo. Não com os olhos, mas com o coração. Quando chegamos e você tirou a venda dos meus olhos, vi aquele lago, quase congelado. Todo aquele verde ao redor de onde estávamos era extremamente semelhante ao de uma cena de um filme do qual não me recordo. Ali nos sentamos e pude sentir o frio do gramado, mas o seu calor logo me esquentou de forma que nenhuma nevasca pudesse abalar. Era aconchegante.
Garanto que aquela grama coberta de sereno era bem mais bonita do que uma paisagem de verão e que o céu nublado era muito mais expressante do que o sol da primavera. Passamos horas ali, mas no seu abraço o tempo passou tão rápido que eu podia jurar que o ponteiro do relógio tinha avançado apenas alguns minutos. Mas somente o "Eu te amo" que você me disse foi capaz de superar toda aquela paisagem e o aconchego dos seus braços.
Você deve estar pensando que um simples 'eu te amo' não tem significado quando comparado à todos os presentes que ganhei de outros namorados. Mas não, você se engana. Um dia você há de descobrir que um verdadeiro 'eu te amo' supera qualquer presente, ainda mais quando a única coisa que você precisa é de um pouco de atenção.
É uma pena que não tenha sido eterno esse nosso amor. Mas foi o melhor e o mais marcante de todos. Por que amores de inverno são mais inesquecíveis do que amores de verão.

Beijos e me liga pra contar do seu amor de inverno :*

PS 1 : Essa história não é real. E quem dera se tivesse acontecido comigo.
PS 2 : Sim, é estranho eu postar sobre 12 de Junho no dia 13... Não tive tempo de postar antes :S
PS 3 : Comente, deixe sua marquinha aqui :)

quarta-feira, 9 de junho de 2010

I should have loved more, have wept over ♪

"Devia ter amado mais, ter chorado mais ♪"

Queria não ter motivos para chorar.
Queria poder respirar fundo e dizer: "Tenho a certeza de que fiz a coisa certa".
Queria não precisar esconder dos outros os meus sentimentos.
Queria não ter que sorrir, quando na verdade as lágrimas querem cair.
Queria, realmente, poder sorrir sem ter que justificar o motivo.
Queria poder gritar sem que ninguém me achasse maluca.
Queria não me sentir inferior à ninguém.
Queria poder me olhar no espelho e ver a imagem de uma pessoa auto-confiante e segura.
Queria poder beijar quem eu amo sem culpa, por talvez ter feito isso por impulso.
Queria ter a liberdade para xingar, colocar tudo para fora o que me incomoda.
Queria não precisar dar explicações para onde vou, nem para o que fiz ou vou fazer.
Queria poder chorar de soluçar quando eu quisesse.
Queria que a minha grama fosse tão verde quanto a do vizinho.
Queria poder sentar e brincar até cansar, sem que ninguém pensasse que eu ainda não cresci.
Queria poder abraçar por abraçar, ou beijar por beijar.
Queria que todos ouvissem o que eu tenho a dizer.
Queria que nada me impedisse de querer sair por aí, sem rumo ou destino.
Queria que quando eu amasse, fosse correspondida.
Queria nunca ter chorado por amor, muito menos por homem nenhum.
Queria nunca ter perdido a minha inocência.
Queria não ter a minha visão bela do mundo ser embaçada, revelando um mundo muito mais traiçoeiro do que eu pensava.
Queria ainda ter a ternura de quando era criança.
Queria poder pensar que tudo vai dar certo, e que ser feliz é fácil.
Queria, literalmente, sonhar um sonho onde eu sou a princesa e o meu principe chega montado no clássico cavalo branco.
Queria nunca ter deixado o tempo passar tão rápido.
Queria poder dizer que aproveitei cada segundo da minha vida e que não me arrependo de nada.
Queria simplesmente voltar ao tempo, pode ser criança novamente e nunca crescer.

Beijos e me liga para contar o que você queria :*

PS 1 : Texto de minha autoria \o/
PS 2 : Hoje é aniversário do papai *-* #HappyBirthdayDaddy
PS 3 : Talvez eu dê uma sumida, provas e trabalhos me ocuparão nesses próximos dias, mas voltarei para falar do Dia dos Namorados.
PS 4 : Comente, deixe a sua marquinha aqui *-*

sábado, 5 de junho de 2010

Por que você não é ela. Mas ela também não é você!


"Ame-me quando eu menos merecer.
pois será quando eu mais preciso."

Auto-estima realmente é uma coisa muito confusa. Eu, particularmente, tenho uma auto-estima frágil, levo muito à sério a opinião dos outros e espero muito das pessoas. Essa parte de esperar das pessoas literalmente mexe bastante. Elas, ou melhor, algumas delas se empenham nas coisas, se preocupam com as pessoas e fazem do inferno o céu para conseguir o bem-estar do próximo. Porém, quando precisamos, ninguém tem a mesma boa vontade em retribuir toda a cautela que um dia demos a este. Por que as pessoas parecem cada vez mais egoístas? Por que pensam somente em si mesmos? Isso não é certo. Todos sabemos que não é certo.
E como uma coisa puxa a outra, se seguirmos a linha desse raciocínio voltaremos ao assunto da auto-estima. Sempre estamos preocupados com uma coisinha ou outra, queremos nos parecer com fulano, por que fulano é bonito. Basta entender que você nunca será igual a ninguém. Mas também nunca ninguém será igual a você. Pense nisso: pode haver muitas pessoas que, assim como você quer se parecer com alguém, ele quer se parecer com você. Da mesma forma que ele (a) é motivo de inspiração para você, você também pode ser para alguém.
E lembre-se: seja feliz pelo que se é, e nunca pelo que se tem.

Beijos e me liga para contar a quantas anda a sua auto-estima :*

PS: Mesmo depois de toda essa filosofia, a minha auto-estima continua frágil D:

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Animais: seres vivos que conquistam nosso amor incondicional.



Todo ser humano, ou melhor, a maioria deles têm pelo menos um bichinho de estimação. Eles, inexplicávelmente, conseguem conquistar de forma espantosa, o nosso amor e carinho. Tudo é tão bom quando ele ainda é vivo. Quando está alegre, sadio e feliz. Mas, como tudo que possui vida, um dia Deus tira-o de nós. E essa eu garanto que é a pior parte de se ter um animalzinho. Para a minha infelicidade, Deus me tirou a minha Pepetinha nessa última quarta-feira. Ela já tinha 13 anos e sofria de câncer. Confesso que perder um animal não é fácil, ainda mais quando ele esteve ao seu lado desde quando você se entende por gente. Ela era simplesmente a melhor cachorra que alguém poderia ter. Sabia quando havia alguma coisa de errado contigo. Ou quando você estava com medo. Ela parecia entender o que você estava sentindo, coisa que nenhum ser humano é capaz de compreender. Todos nós sofremos junto com ela. A cada dia que passava, a cada dia que ela piorava, nos consumíamos. Isso foi extremamente terrível. Mas saber que ela não está mais sofrendo, me conforta bastante. Imagino que agora ela esteja em um lugar maravilhoso, correndo alegre, feliz e saudável. Quando chegar a minha hora, sei que a encontrarei.
Superar e entender que ela não vai mais voltar é possível, mas esquece-la jamais.

P.S.: Não postei nada todos esses dias, mas acho que o motivo está mais do que explicado.

Beijos :*
@yasmin_vizeu